Garimpo em L – MoMA

Trata-se de um dos maiores museus de Arte moderna do mundo e, no seu acervo, estão ícones do Design ao longo dos tempos. Ainda não conheço o MoMA, em Nova York, EUA (ainda!) mas é um sonho para todo designer ter uma peça lá, inclusive à venda. Aqui no Rio, na Livraria Cultura da Gávea, algumas estão à venda, mas nem é preciso sair de casa para conhecê-las. Basta uma voltinha na loja virtual do museu que é um verdadeira tentação. Prepare o coração (e o cartão) e resista se puder.

54267_B2_Pinocchio_Tape_Measure

Sabe o nariz do Pinocchio? Pois então, olha a ideia-pronta aí, minha gente! O Pinocchio Tape Measure custa US$ 6

65140_A2_Outline_Vase

Do vaso tradicional, sobrou só a borda no Outline Vase. Mas ainda dá para encaixar a flor ;). Por US$ 65 

80562_A2_Espresso_Set 

O premiado Espresso Set, da norte-americana Lexon, além de feito de bambu é ainda mais esperto já que tem pires que se encaixa à bandeja e fendas para as colherzinhas. À venda por US$ 70

87108_C2_Tuck_Box

Tá vendo essa caixinha comum? Ela é bem mais do que se imagina…

87108_A2_Tuck_Box

Ela se abre em três compartimentos para você carregar para onde for. Fabricado pela Umbra, ela custa US$ 35 

 91817_A2_Shaker_S_And_P_Switch

De tão juntos, eles viraram um: saleiro e pimenteiro na mesma peça. Basta apertar o “interruptor” para escolher o tempero. À venda por US$ 14

95117_A2_Umbrella_Goggles_Yellow

Chuva, a calçada cheia e um esbarra-esbarra sem fim…

95117_B2_Umbrella_Goggles_Yellow 

… Mas seus problemas acabaram com esse guarda-chuva que vem com uma fresta transparente. O toque de graça é o formato de óculos de mergulho e a cor pra lá de vibrante. Preço: US$ 28  

96671_A2_Table_Componibili

O Componibili é um módulo retrô que vai bem do quarto do filho ao escritório. As portas de correr têm buracos como puxadores. Da designer Anna Castelli Ferrieri para a Kartell e à venda por US$ 135 (promocional)

99393_A2_Desk_Egg

Mais uma ideia-pronta e tão simples quanto genial: o Desk Egg atrai magneticamente os clipes formando um ninho fofo. Preço: US$ 16  

99397_A2_Cozy_Remote_Tidy_Black

Sabe aqueles organizadores que fazem milagre na sala? Esse aí abriga de um tudo para ninguém mais perder nada. À venda por US$ 20

102019_A2_Speaker_Interaction_for_Smartphones

Não precisa nem conectar esse amplificador para ouvir muito melhor seu celular. Basta encaixar seu smartphone. De qualquer forma, vem com USB também. Custa US$ 38

Quer ver mais? Clica aqui e divirta-se!

Anúncios

Isso tudo é Design, sim senhor

Palito de fósforo, televisão, garrafa térmica, tomada, maçaneta, pacote de biscoito, lâmpada e até a espiral do caderno. Só para citar alguns objetos que eu estou vendo bem aqui na frente, tudo leva em si um pensamento de Design. O problema é que nem sempre a gente tem essa noção. Para deixar tudo claro e abrir os olhos de quem ainda não se ligou no quanto ele está inserido no nosso dia a dia, um grupo de designers mineiros criou uma espécie de campanha chamada Isso também é Design. A proposta é, por meio de adesivos de diferentes cores deixar claro onde está o Design. O amarelo é para o gráfico; o azul, para produto; e o magenta, para o de ambientes. O projeto é encampado pelo Curso de Design de Produto da UVV, em Vila Velha, ES, onde eu me formei (e que, aliás, está com inscrições abertas para o vestibular ;)). Por lá e no site, é preciso ter acesso aos adesivos para participar também. Certamente você não vai mais olhar ao redor sem perceber o quanto o Design está próximo! 

Para facilitar (e muito) a vida na cozinha

Quem está aprendendo a cozinhar e o precisa fazer todo santo dia, sabe: não é nada fácil administrar panelas, tempos e pontos de cozimento, habilidades de corte, organizar utensílios, deixar tudo limpo, etc, etc, etc… Ufa! É como equilibrar pratos, patinar no gelo, andar de slackline: demooora até pegar o jeito, se é que pega. Por isso, toda vez que vejo um produto que vai além, que pensa na pobre dona de casa e que facilita a vida dela, putz, eu dou gritos de aleluia e agradeço pelo cada vez maior desenvolvimento da profissão de designer. Do fósforo à panela tecnológica, são eles os envolvidos em fazer o mundo um tantinho mais fácil. E como eles conseguem!

Temperos à mão

Sabe aquela arrumação com um monte de pacotinho dentro do armário, que você não sabe mais qual é qual? Pois é, não dá certo. O melhor é apostar num desses organizadores de potes de temperos. Eles têm separação por cores e se agarram magneticamente numa chapa que se apoia na mesa ou balcão. Tudo à mão, fácil e prático. Melhor que esse, só dois desse.

O segredo_POTES_PARA_TEMPERO_COM_IMA_LATA_DE_TINTA2

Criação da holandesa Present Time e vendida por O Segredo do Vitorio 

Jato pra onde quiser

Quando se tem uma pia pequena, ter uma torneira flexível é o céu na terra. Por isso, essa torneira da Kohler, cheia de articulações, é ainda mais objeto de desejo. Ela vai para onde você bem entender com mil e uma possibilidades. Via link

 kohler-karbon-kitchen-faucet3

São três pontos de articulação

kohler-karbon-kitchen-faucet1

E você conduz da forma que precisar

kohler-karbon-kitchen-faucet2

Depois é só recolher tudo que ela nem ocupa espaço 

Mãos ao alto

Na mesma linha pia-pequena, quanto mais espaço você ganha, melhor. Por isso, esse set é tão legal. Primeiro, porque ele é completo: tem espaço para talheres, pratos e copos. Segundo, porque ele muda segundo a necessidade, já que é modular.À venda aqui

c58b6438386eb124f0e95e557d456501

 Que mais o quê? 

Outro ângulo na gaveta

Há muitos organizadores, de fato, capazes de fazerem a gente suspirar de alívio diante de um espaço mínimo. Por isso, esse organizador de facas para gavetas me chamou a atenção. Fácil de pegar e guardar, com segurança e economia de espaço. À venda aqui.

faca gaveta

E atende todos os tipos e tamanhos 🙂

Criatividade escorrendo

Escorredores são fundamentais, mas quando eles têm um formato que sai do padrão, melhor ainda. Isso precisa, no entanto, ser bem-pensado, como esse aí que aproveita os cantos, quase sempre menosprezados. Com ele, você dá liberdade ás mãos e poupa a bancada do líquido escorrido. Via link.

5f704549c5bda4705d5024b5d4d0db2f

Joga o macarrão para escanteio

Tudo na panela

Agora, para quem quer ainda mais praticidade, essa panela da Bialetti incorpora um escorredor na tampa, cheia de furinhos. É pedir demais? rs. Via link

$(KGrHqRHJEcFEiksFGmQBRLzeuziqw~~60_35

Do fogão para a pia

E viva a adaptação

Tá, não tem uma panela assim? Então dá para adaptar com essa peça ó: (Via link)

pic_2534_2

Aí é preciso mais habilidade

Na direção certa

Em se tratando de derramar o líquido no lugar certo, esse bico condutor adaptável também não pode ficar de fora da lista. E olha que ele serve para os mais variados tipos de conteúdos. À venda aqui

silpourahero_2

Tanto para dispensar o óleo…

978hero_1_1  

Quanto para o chocolate na forminha 🙂

Sem lambuzar nada

Por falar em doce escorrendo, essa é definitivamente uma tarefa que requer habilidade. Para facilitar esse kit para macaron – doce francês irresistível – tem desenho e ergonomia para garantir precisão com muita limpeza. À venda aqui.

595479 

E dá para aproveitar para fazer várias outras delícias

Ponta-cabeça

Com precisão ainda maior, esse dispenser ainda vem com medidor para deixar o trabalho ainda mais profissional.

2229f6ecfe120a11378ab178aef08c2e

É só puxa no lugar certo 😉

Medida certa

Se o seu problema é na hora de medir as receitas meiadas ou então não ter os acessórios corretos para as porções, taí a solução total dos problemas. Um medidor digital bacanudo para não errar mais na mão. À venda aqui

Digital Measuring Cup

Sabe aquelas receitas com medidas partidas? Elas não metem mais medo!

Um tapa de design

Para encerrar, um kit de tábuas que se transformam para facilitar a vida de qualquer um na cozinha. Um vira tábua, outro, dobrado, ralador, e os demais, com as pontas viradas, um pote para servir e até ir ao microondas.

Product__Secondary_02

Tire da gaveta

Product__Secondary_01 

Dobre as pontas e ganhe um bowl

 Product__Secondary_03 

Use uma para tábua de corte e a outra dobrada vira um ralador 

Product__Secondary_04 

Leve ao microondas um sobre o outro

Product__Secondary_05 

Eles fazem bonito até na hora de servir

Product__Secondary_06

Depois, é só levar ao lava-louças e guardar sem ocupar espaço 🙂

Você compraria um móvel de papelão?

Faz tempo que o papelão deixou de ser mero suporte de embalagem para se transformar no material principal do mobiliário. Algumas empresas, como a 100’t (falei sobre ela há alguns posts), inclusive, andam ganhando dinheiro comercializando apenas móveis feitos de papelão. Acho o máximo. É sustentável, é mais acessível, é resistente, ou seja, tem tudo a ver com o momento atual.

Mas quando eu bato o olho numa peça assim, eu sempre fico pensando: tá, será que, além de achar a ideia incrível, eu compraria? Nós, brasileiros, ainda não chegamos no nível dos europeus, por exemplo, que dão muito valor a essa ideia e apostam nela por si só. Mas acredito que não é só isso. Além do olhar torto sobre o material simples, há a questão estética. Sim, porque, ela também está na base de toda peça de design. O apelo estético é fundamental na hora da compra. Não há como fugir. E é por esse caminho que, acho eu, o mobiliário de papelão deve caminhar. O diferencial vai ser a forma, o desenho que ele vai ganhar. Assim, quanto mais criativo for o design, mais a gente vai se deixar conquistar pelo até então subestimado material.

Não entendeu ainda? Então deixa eu desenhar…

O holandês David Grass sabe das coisas. Desenhou uma cúpula feita de papelão, mas com um desenho tão delicado e belo que fez da caixa de papelão objeto de desejo.

David Grass_not-a-box-1_large

Not a Box é uma luminária tão simples quanto genial

David Grass_not_a_lamp_1_large 

Assim como a luminária Not a Lamp que pode ser comprada no site

Se uma cabeça já pensa isso, duas vão além, como provaram os ingleses Richard Sweeney e Liam Hopkins, em parceria com a fábrica de papelão John Hargreaves. Juntos, eles criaram a Bravais Armchair e o Radiolarian Sofa, inspirados na natureza – numa casa de marimbondos e nas estruturas óssea de microorganismos marinhos. O resultado são formas triangulares tão bacanas que nos fazem esquecer até do papelão.

Richard Sweeney_bravais02

A mistura da geometria com os contornos orgânicos criam um efeito pra lá de interessante

radiolarian01 

Já o Radiolarian ganha proporções arquiteturais 

Além do design bacana, essas peças são de fácil montagem. Exemplo dessas luminárias de papelão da marca espanhola Carton Lab que funcionam como peças modulares. Ou seja, você além de montar pode fazê-lo de várias formas.

luminarias 

A palavra de ordem aqui é encaixe!

Há quase duas décadas trabalhando com o papelão e suas possibilidades, o Giles Miller Studio, de Londres, consegue efeitos incríveis em materiais usados em revestimentos domésticos e comerciais. Muitos deles nem sequer dão pistas do que são feitos.

2-600x800

Feito para ficar no lobby da marina St Katherines Dock, esse painel parece de madeira, né?

 close papelão

Mas basta ir chegando mais perto…

4-600x800

…E mais perto para ver que é de papelão!

Outra técnica que surpreende e garante o diferencial atrativo é o efeito sanfona. A 100’t, por exemplo, tem sofás que se flexionam à medida da necessidade. 

sofa_gde

É só puxar…

100t-eco-sustentavel-3308-18684-4-product

… E dar a forma que bem entender

Ou então criar uma ideia de casulo, tal qual a já citada casa de marimbondo, só que tridimensional. Criações também da 100’t, essas luminárias sanfonadas são um bom exemplo disso.

FD_20121211_2846-Edit(1)

Funciona bem para o pufe

FD_20121211_2850

Garante o efeito na banqueta

luminaria_sanfona_bola_gde 

E vai fazer o marimbondo achar que a luminária é a casa dele

Mas se há um bom desenho, nem sempre se precisa dominar técnicas mais complexas para garantir o efeito uau da peça. Exemplo da Conversation Table (que leva madeira também), do designer Leo Kempf

leo kempf 

Um bom pretexto para embalar um bom papo, não?

O que dizer também desse banco fofo criado pelo designer Michael Sholk? Ele foi buscar no Barroco a inspiração para rebuscar os contornos da peça e acertou em cheio!

barroco

Não é uma fofura só?

O que me incomoda, por vezes, também é essa cor, sempre crua, do papelão. E tem acertado quem dribla esse empecilho com criatividade. O designer alemão Reinhard Dienes fez algo simples, mas de grande efeito: jogou cor. 

Reinhard Dienes 2

Não bastassem os recortes modernos, o amarelão garantiu o charme da estante   

Reinhard Dienes 

Ou quem sabe o azul? O leque de cores continua aqui. Divirta-se!

O melhor é quando vamos pra baleia

Acho que foi depois de Abrolhos que elas não saíram mais da minha cabeça. Aqueles seres de toneladas bailando como se fossem pequenos peixinhos parecem desafiar todas as leis da física e da lógica. Sim, porque imaginar um ser a la Moby Dick como fofo não tem muito sentido não (é verdade que Free Willy contribuiu muito para essa boa fama). Seja como for, as baleias são fofinhas, as baleias são legais. E nem falo da praia em que Nissim passa férias (lembra do meme? Ele inspirou o título do blog) mas das possibilidades que elas podem ganhar quando se fala, claro, de design. Foi depois que bati o olho na  Wale Cool Fool (que você vê logo abaixo) é que percebi o quanto o shape das baleias é um prato cheio para designers. Daí, quando avancei na pesquisa, simplesmente PIREI com os produtos que encontram nela inspiração. Quer pirar comigo? Então se segura aí, meu caro…

Que cauda é essa, minha gente?

A Scarce Chair Wale Cool Fool do designer espanhol Máximo Riera é uma imponência só. Com uma cauda quase do tamanho real, a cadeira parece ter ganhado forma naturalmente. Se bem que toda a coleção (que tem outros animais incríveis, confira aqui) exigiu o esforço de 30 profissionais de cinco países. O resultado é nada menos que isso…

 ???????????????????????????????????????????????????????????É ou não é gigantesca?

??????????????????????????????????????????????????????????E o caudão? o.O

Versão compacta

Ok, se a sua preferência é por algo um pouco mais reduzido, há opções mini. Como a caixa para guardar pequenos itens do designer norte-americano Karl Zahn. Além de graciosa, ela é articulada.  À venda aqui.

AW_WHALE_BOX

Bocão fechado

AW_WHALE_BOX_OPEN

Bocão aberto 😉

Ou então, as porta-lápis e outros itens da empresa norte-americana Utility Collective, dos designers Eric Pfeiffer e Steve Piccus. Aqui, não falta tarefa para as pequenas.

pw_3794 Na cabeça vão os lápis, na boca, o telefone, e na calda, ufa, o caderninho

E por falar em escritório, que tal um grampeador baleístico? O Victorian Whale Stapler tomou emprestado todo o shape do animal para cumprir sua função estética também. 

62eddc1e952ec271e8327e2529dede5b Vai um grampo aí? À venda aqui

Baleia decor

Do fundo do mar, os gigantescos animais dão de lavada na decoração também. E fica difícil resistir a peças como esse vasinho incrível Thabto que simula um mergulho.

4cae4c4375fb17169e316377d45ec545 

É só colocar a flor e suspirar

A estante também vai ficar mais bonita e organizada com essa outra baleia “dividida”, também Victorian. Da pra comprar aqui. (Via Bem Legaus)

Baleia-aparadora-bem-legaus-1

Cabeça de um lado, cauda pro outro.  Parece até axé rs  

Sirva-se dela

Na cozinha, há peças ainda mais incríveis. E em formatos dos caricatos aos mais sutis. Como as do designer britânico Jasper Morrison. Criação dele para a marca japonesa Oigen, o set de peças em ferro fundido busca inspiração na água que a baleia ejeta quando vai à superfície.

dezeen_palma_jasper_morrison_oigen_4_sq 

O detalhe da chaleira faz toda a diferença

dezeen_palma_jasper_morrison_oigen_5_sq

Assim como o da petisqueira

A jarrinha do designer Jonathan Adler também é uma fofura em formato de baleia. Assim como a mantegueira. Ambas brincam com o desenho da cauda dando a elas a função de alça.

33b9e6774fdb43cfe067a33d3a5b201fDe pé e toda trabalhada no alto-relevo

whale-butter-dish  

Para usar, é só puxar a cauda

Esse açucareiro da Urban Outfitters também usa da mesma ideia com uma esperteza a mais: traz dentro dois copinhos com medidas para facilitar a vida de quem vai preparar quitutes. (Via Link)

zrtn_007n7f4a4d52_tn 

A aguinha faz as vezes de alça da tampa e a cauda, a da base do açucareiro

cute_whale_measuring_cup_set_4 

Destampe e, ops, olha uma surpresa aí

cute_whale_measuring_cup_set_5  

ops de novo, são duas! 🙂

Já a Fred & Friends traz o cetáceo para a mesa de festas. Aqui, ao invés de água, são os palitinhos que se jogam para cima à espera dos convidados.

mobypick_lr1

Pega eu, pega eu!

E, por fim, essa tábua não menos suspirante do designer Tom Roche com direito a boca e até olhinhos recortados ❤ ❤

d4f6554370cb3122f7e3e552a2cdeb9a

Diz se ela não é irresistível?

Morar Mais por Menos RJ – e assim fez-se a luz

Entre as várias ideias da mostra Morar Mais por Menos – edição RJ, as do setor de iluminação foram as que certamente roubaram a cena. Luminárias de todos os tipos são as protagonistas de muitos ambientes. Sem dúvida, um campo farto para designers.

Confira a seleção!

As luxuosas

  2013-10-02 14.34.05   2013-10-02 14.43.40

Apartamento do Jovem Casal, de Cynthia Sabat / Meu Primeiro Apartamento, de Ana Lúcia Martins e Denis de Freitas

As geométricas

2013-10-02 14.15.40  2013-10-02 14.59.02

Suíte do Casal, de Glória Copello, Paula Motta e Paula Tolini / Apartamento da Família, de Ana Lúcia Danello e Vania Lúcia Guerreiro

As femininas

2013-10-02 14.36.56   2013-10-02 15.09.41

Quarto da Moça, de Binca e Regina Prior / Suíte da Designer, de Raquel Salgado

Simples ou sustentáveis?

2013-10-02 15.00.22    pregadores

Sala Bar, de Marcella Barcellar e Renata Lemos / Estúdio do Rapaz, de Danielle Boggiss e Marcia Magalhães

As lúdicas

2013-10-02 14.30.09  2013-10-02 14.26.11

Quarto do Bebê Descolado, de Bertha Callau, João Gilberto Braga e Sergio Fontes / Quarto do Pequeno Explorador, de Andrea Graça e Maria Clara Costanza

As divertidinhas

2013-10-02 14.24.05   2013-10-02 13.54.35

Quarto da Menina, de Mayumi Yamagata / Estúdio da Chef de Cozinha – Casa&Gourmet Shopping, de Viviane Visentin e Viviane Pontes

As trabalhadas nas cordas e arames

2013-10-02 14.00.35   2013-10-02 14.24.24

Sala de Jantar, de Nilton Montarroyos / Quarto da Menina, de Mayumi Yamagata

As gradeadas

2013-10-02 13.59.18  2013-10-02 13.55.04

Consul Bem Pensado / Estúdio da Chef de Cozinha – Casa&Gourmet Shopping, de Viviane Visentin e Viviane Pontes

Urbana ou natural?

2013-10-02 14.38.34   2013-10-02 14.21.54

Escritório de Artes e Eventos, de Vivi Nascimento / Brinquedoteca, de Fernanda Pizarro e Isabela Azambuja

Qual é a sua preferida? Conte aí! 😉

Moras Mais por Menos RJ – um leque de boas ideias

Uma boa mostra de decoração sempre atrai minha atenção. Fora um ou outro ambiente com uma pegada de showroom, o espaço é, por essência, de experimentação. E, claro, a criatividade vem a reboque. Na Morar Mais por Menos, mostra nacional de decoração, ainda há a questão da sustentabilidade que faz qualquer um que está começando a arrumar a casa encher os olhos. Isso porque muita ideia é possível até de ser adaptada.

Não consegui visitar a edição capixaba da mostra, mas a do Rio, que abriu suas portas no última dia 27, sim. A mostra é grande, são 83 ambientes. E valem o passeio. Depois de rodar por lá, separei algumas boas ideias de design que vi.

Inspiração gourmet

Vai um pedaço de gelatina? A forma da sobremesa virou banquinho fofo.

2013-10-02 13.44.33(Paisagismo das Boas vindas, de Rayra Lira Araújo e Enir Araújo)

Cadê meu rolo de macarrão? Foi parar debaixo da mesa, para sustentá-la.

2013-10-02 13.52.50

Estudio da Chef de Cozinha – Casa & Gourmet Shopping

Vou de bike

Sabe aquela bicicleta que não funciona mais? Que tal reciclá-la?

2013-10-02 13.45.27

Jardim Varanda da Lagoa, de Ricardo Portilho

2013-10-02 14.56.22

Suíte do Artista, de Guilherme Bezerra

2013-10-02 14.36.13 (1)

Estúdio do Rapaz, de Danielle Boggiss e Márcia Magalhães

Cabelo, cabeleira, cabeluda, descabelada

Já tinha visto o banco Dread lá na Abup, feira de design e decor. E olha com quem dou de cara de novo…

2013-10-02 14.07.34

Apartamento do Geólogo, de Kelly Almeida

Ele, aliás, e a versão chapinha dele…

2013-10-02 14.19.47

Sala de Jantar, de Nilton Montarroyos

Parede criativa

Adoro azulejos portugueses e, veja só, esses aí são feitos em ímã que se colam à parede oxidada. Simples assim.

2013-10-02 13.49.20

Varanda Mediterrânea, de Eduardo Almeida

Na linha dos revestimentos, que tal canudos de revista? O resultado é um show de cores!

2013-10-02 13.58.11

Espaço de Leitura e Entretenimento – Isto É, de Laura Faria

Outra ideia simples: canos pintados de amarelo que formam um estante. Não ficou show?

2013-10-02 14.54.00 (1)

Estar do Design – Tok&Stok, de Patrícia Cuimar

As bolas de sinuca como ganchos não são novidades, mas continuam sendo um ótima ideia. Essas aí são maiores que as normais, mas dá para desfalcar a mesa por um bom motivo (ok, não deixe o dono dela saber rs).

2013-10-02 14.46.26

Estúdio do Casal Moderno, de Carolina Barbieri e Marcelle Vieira

Ripas de madeira com uma mão falhada de tinta, pregadores e fotos queridas – eis uma ideia fácil e bacana.

2013-10-02 14.01.49

Canto da Leitura, de Kátia Jendiroba

Que Papelão!

Criações da 100’t, as peças de papelão têm ganhado cada vez mais espaço, como as que decoraram o Estúdio do Casal do Moderno, de Carolina Barbieri e Marcelle Vieira.

2013-10-02 14.47.57

A cadeira

2013-10-02 14.48.44

Os cabides

2013-10-02 14.50.07 (1)

E a base da mesinha

Túnel do tempo

Vai um som aí, dj? E no velho bolachão? Ele virou prato e o jogo americano faz as vezes de vitrola.

2013-10-02 14.51.23 (1)

Apartamento “A Arte da Dança”, de Estela Pinheiro

Esse telefone retrô foi o ícone-queridinho dos ambientes. Estava em uns três, no mínimo. E não à toa. Ele funciona mesmo, garantem os expositores. Alem disso, é cofre – os buraquinhos acima são para colocar as diferentes moedas. Um charme!

2013-10-02 14.18.06

Jantar Gourmet, de Marcos Molinari

Lixo é luxo

Disquetes, placas, circuitos e tudo o mais que o descarte de equipamentos pode oferecer. Aqui, virou revestimento da base da mesa.

2013-10-02 14.05.55 Apartamento do Geólogo, de Kelly Almeida

O efeito dessa cascata dourada é bem bacana e é só quando se chega perto que se vê o material: lacres de latinha pintados.

2013-10-02 14.32.50Apartamento do Jovem Casal, de Cyntia Sabat

No caso das cúpulas dessas luminárias, nem chegando perto, já que elas são feitas de carcaça de carburador de carro.

2013-10-02 14.49.04

Estúdio do Casal do Moderno, de Carolina Barbieri e Marcelle Vieira

E o material dessa luminária aqui, você chutaria? Acertou quem apostou em garrafas pet.

2013-10-02 14.51.48 

Apartamento ” A Arte da Dança”, de Estela Pinheiro

Agora está mais fácil de acertar não? Pois é, meu amigo, são lixeiras, mesmo. Mas, de perto, nem dá para dizer…

2013-10-02 15.15.17Loja Natural Design, de Cristina Japiassú

Até o pescoço

A sustentabilidade está, inclusive, nos acessórios também. A Zóia é uma marca de peças que aposta, em grande parte, nos materiais reaproveitados, como esses que estavam em exposição na mostra:  

tetrapack

Colar feito de embalagem Tetra Pak

mangueirinha

Outro de mangueirinhas iguais aquelas de jardim, só que mais finas

nespresso

E confeccionados com cápsulas de Nespresso

Chá das cinco com uma pitada de criatividade

Confesso que não sou chegada a um chá, mas tenho uma inveja danada dos que são fãs da bebida tradicionalmente inglesa. É que, além de fazer bem para a saúde, ela também o faz aos olhos. Explico: os conjuntos para chá são, de longe, os mais bacanas quando se fala em design de utensílios gourmet. Não tem pra ninguém. Divertidos, espertos e elegantes, eles lideram o ranking de criatividade na cozinha. Dos infusores aos bules, dá para se encantar com os formatos e funções. Quer ver só? Os bules Tá vendo aqueles galhos ali na parte superior desse bule? Engana-se quem pensa que são apenas estéticos (e nem daria para condenar se fossem não?)

SONY DSC

Pois é, eles servem para acomodar as xícaras, repare…

awesome-design-ideas-tea-tree-Wongyung-Lee-2

E ainda recebem os pingos delas 🙂

awesome-design-ideas-tea-tree-Wongyung-Lee-3

O T-Tree é criação da designer  Wongyung Lee (Via Link)

Se é para pendurar, então, esse aparelho da Freshhome aproveita o movimento para servir sem sair do lugar. É que ele tem dois bicos para despejar o chá nas duas xícaras.

tea-for-two

E ainda vem com uma velinha para manter o chá quentinho

Uma das tendências é sair empilhando tudo – xícaras e bule. Mas, quando essa estrutura faz graça com o formato também, fica ainda mais genial. Como essa Torre de Pisa que até torta é! rs (Via Mod Cloth)

image_thumb

Os detalhes em alto-relevo garantem a fidelidade

image_thumb1

Depois é só “desconstruir”  tudo

Ma s surpreendentemente mesmo é o Paper Tea Set, do designer japonês Yuya Ushida. Como o próprio nome diz, sim, ele é feito de papel. Trabalhada em dobradura, uma única folha de papel se transforma nessa peça delicadíssima.

Yuya-Vs-Design-Folded-Paper-Tea-Set-1-537x402

Não se preocupe, o papel é revestido para suportar a missão

PTS_0

O jogo de cores na geometria cria uma efeito sensacional de sombras

As xícaras Muito mais que apenas uma alça, as xícaras também dão show de design com funções além. Essa, por exemplo, tem um fundo estufado em disco e um bolinha que impede o acúmulo de folhas de chá no fundo do copo, fazendo com que o chá fique homogêneo enquanto você o bebe (veja o desenho)

ball_b4xim

(Via Hometone)

Retirar o sachê da xícara sempre é um problema. Pois bem, o designer Samir Sufi, da Yanko Design pensou numa solução. O Tea Cup SlingsHOT funciona como um estilingue.

teacup_slingshot_02

É só encaixar a cordinha na fresta…

teacup_slingshot_01

…Puxar quando estiver pronto…

teacup_slingshot_03

…E se divertir com a comodidade, já que ele espreme até a última gota e ainda acomoda o sachê

(Via Link)

Sachês e infusores Que saquinho sem graça que nada. Hoje os sachês de chá estão tão criativos e divertidos que fica até difícil escolher os preferidos. O mesmo dá para dizer dos infusores que acomodam os sachês e faz o ritual bem mais legal. Reuni alguns aqui dos que mais gosto.

saches e infusores

1 – O Hanger Tea da Yanko Design traz a boa ideia do cabide para o universo do chá

2 – O ritual de infusão fica bem mais legal com o Chingra que funciona como um catavento. É só soprar

3 – O desenho da nota musical parece que nasceu para isso não? Á venda aqui

4 – Que tal embarcar nesse Yellow Submarine carregado de ervas aromáticas? Via link

5 – Não é uma delicadeza essa borboleta pousada na beira da xícara? Poesia pura criada pela designer Yena Lee, também da Yanko Design. Via link

Sempre cabe mais uma

Observando alguns projetos, a gente fica imaginando como é que eles chegaram ao resultado que chegaram. Porque, depois de pronto, fica fácil imaginar, mas até a ideia ser concretizada, eis o drama. Primeiro porque ela tem que ser original, bem feita e agregar atrativos – funções no caso. E, você sabe, quanto mais, melhor. Segundo, porque sempre há aquele “amigo” crítico que faz uma cara de “podia ser melhor”. Daí eu fico imaginando os diálogos…

(…)

– Vou fazer uma cadeira!

– Legal.

– Pô, só isso?

– Ah, tem um monte de cadeira por aí, né.

– É… (desânimo)

– E se ela tivesse algo a mais?

– Tipo o quê?

– Ah, sei la, o que você sugere?

– Poxa, sei lá, o designer aqui é você… A propósito, tem algum lugar pra colocar meu guarda-chuva aqui?

– Humm…

inproductdesign1

A Reindeer chair, do estúdio Baita Design foi buscar nas renas a inspiração para facilitar a organização (via Archello)

(…)

– Essa é a mesa nova que você criou?

– É, tá no papel ainda. Acha que falta algo?

– Hum. De repente…

– Sei… Ah, pensei em acrescentar esse nicho aqui, ó…

mesa limpa

– Nossa, que bacana, para pôr revistas, né…

mesa detalhe

– Eu tava mesmo pensando em outra função…

mesa com criança

– o.O

(Projeto Duitang, via Pinterest)

(…)

– Uma mesinha de centro para acomodar os drinques da galera! É isso que eu vou fazer!

– É útil né.

– Pô, não gostou?

– Podia ter mais…

– Tá bom… O tampo vira uma bandeja, que tal?

– Boa, que mais?

– Mais? Ah sei lá, ele pode ser removível

– Boooa… Que mais?

–  Putz, ele pode virar banquinho…

– Cara, tá demais… Que mais?

– Tá de brincadeira, né? Sei lá, vou colocar uns pufes a mais, de repente…

– Isso! Genial! Agora vai lá e desenha tudo isso numa peça que não ocupe muito espaço e que dê para carregar facilmente, ok?

– Ai meu Deus…

Oxyo-MisterT-3  Oxyo-MisterT-4 Oxyo-MisterT-1  Oxyo-MisterT-7

A Mister T é criação do designer Antoine Lesur, de Paris. (Via Design Milk)  

(…)

– Boa! Tapete! Muito bom! De tapete, todo mundo precisa né? É bom que a gente já pode pensar nos complementos, num sofá, numa mesinha…

– Olha, eu pensei só no tapete, porque a verba tá curta

– Ah, tudo bem, tapete é bom, pena que não dá pra sentar nele…

– Acho que dá hein…

– Só para quem não tem dor nas costas, minha cara, pra ficar sem apoio!

– Eu posso dar um jeito nisso…

– Tá, mas uma mesinha não tem como dispensar!

– Ok, isso pode ser resolvido também…

– Pode ter um ar moderno?

– Pode…

– Seria bom se fosse fácil de limpar também…

– Sem problemas…

– E se tudo fosse regulável?

– Eu já tava pensando nisso…

– Vem cá, como você vai conseguir tudo isso numa peça só? Você é mágica?

– Não, eu sou japonesa

(tome)

landpeel004

O Land Peel é uma genial ideia da designer japonesa Shin Yamashita

  landpeel005

Aos poucos, ele vai se revelando com as formas propostas em peças que se deslocam e formam mesas

landpeel003

É só puxar e, de forma super flexível, ganha a estabilidade necessária

landpeel007 (1)

Daí é só explorar as possibilidades

(Via 1 Design Per day)

Blog no WordPress.com.