Mexe com quem tá quieto

Alguns terrenos são intocáveis, até que vai alguém e mexe uma vírgula para mostrar que essa história não tem ponto final. E aí a gente vê que há sempre algo a ser aprimorado e até totalmente mudado. Nem todos os itens dessa lista alcançaram exatamente a melhor solução, mas só de terem a coragem de mexer naquela velha opinião formada, já merecem aplausos.

Diga aonde você vai

Tá certo que eu ainda tô tentando me enxergar varrendo com essa vassoura, mas veja só o quão irreverente é a Baffi, que propõe um visual mais estético que funcional, porém revolucionário.

389badfbc34eb9a09034b372d600f20a

O cabo virou arco

 baffi-04

Pra carregar no ombro

baffi-02

Ou pendurar na parede sem neura de que vai ficar feio

Under my umbrella

A gente só liga pra ele quando o tempo fecha, mas o guarda-chuva merecia um pouco mais de atenção. Até porque há um monte de características que poderiam ser melhoradas nele. Uma delas os designers Ahn Il-Mo, Kim Tae-Han, & Seo Dong-Han resolveram: diminuir a molhadeira que a peça faz. A Inverted Umbrella tem sistema de torção e também um que viabiliza o apoio sobre ela mesma, independentemente de ganchos (Via Link)

inverted_umbrella_02

Tá aí o passo a passo que inclui a orientação para a torção

inverted_umbrella_01

Depois, ela fica bonita aí em pé

Ideia costurada

Pode soar simples a ideia do designer Egant de criar no botão um espaço para encaixar o fio do fone de ouvido, mas, por trás dela, há um pensamento nem tão óbvio de unir novas tecnologias a elementos tão comuns quanto um botão. Simples e genial, vide a porta que se abre para novas ideias a partir dessa. Na prática, bom para quem se enrola todo na hora de manusear o fone. Via link.

674x501_699026_564999_1350960220-450x334

Olha a canaleta ali do ladinho

botao-fones-de-ouvido2

Nada de embolar o fio mais 😉

Quem precisa do metal?

Durante muito tempo os pregadores de roupa mantiveram em sua estrutura aquela pecinha de metal que garantia a pressão para fixar a roupa no varal. A madeira ganhou a companhia do plástico nas peças, mas o metal continuava lá. Até que alguém o dispensou e criou o mesmo sistema num único material. Melhor para as roupas que nunca mais correram o risco de ficarem marcadas com a ferrugem do ferrinho. E para o design que venceu mais uma.

 100888

Este pregador da Brabantia aposta na ergonomia para você nem lembrar do metal

122_P_1375264935328

 Já esse investe na sustentabilidade: é 100% reciclável

 

Passada, não queimada

Sim, os ferros de passar mudaram à beça. E até perderam espaço para os vaporizadores. Mas demorou para que resolvessem um problema comum (atenção, homens, rs): não queimar a roupa. Agora, sério, eles mudaram design e até a performance com reservatórios de água e tal, mas, continue se distraindo, pra ver se a sua roupa preferida não sai com o desenho do bendito… Esse aqui promete passar, da seda à caxemira, sem ajustes e sem riscos. Tem aqui. O jeito é testar!

 

RI8640_02-IMS-global

O preço é salgado, mas o daquela sua roupa preferida também foi, não?

 

Notas de inovação

Quem ousaria propor um novo desenho para o tradicional piano de cauda? Pois a ideia veio de uma indústria que não para de se reinventar – a de automóveis. Em 2009, a Audi Design Studio, em parceria com Bösendorfer, fabricante de pianos sediada em Viena que desenvolve peças desde 1828, criou essa nova proposta que mantém a referência do objeto mas é inspiradora e inovadora nos acabamentos em geral. Via link.

 audi-grand-piano-modern-4-600x450

A cauda já não é mais a mesma

audi-grand-piano-modern-7-600x848 (1)

Será que o som é o mesmo?

audi-grand-piano-modern-8-600x848

E o detalhe dos pedais

De todos os ângulos

Se você digitar raquete de ping pong no Google, provavelmente, só vai encontrar exemplares com exatamente o mesmo formato. Talvez por isso, essa raquete chame tanto a atenção. Há pouco ou quase nada de descrição dela nos sites, mas o formato sugere uma empunhadura mais ergonômica e a superfície, toda angulada, parece refletir as mil e uma possibilidades de rebate numa partida. Tudo sugestão, claro, porque eu não entendo nada do esporte. Mas que dá para pensar que podia ser um tantinho diferente, dá.

 

tumblr_n27g90UQf71qzag9ao1_1280

Bonita ela é 🙂

Conforto ao corpo também

E já que é para mexer em terrenos intocáveis, taí a elevação da criatividade num deles. A Budha Chair, criação do chinês Nanoin Design,  é uma cadeira de meditação que o coloca na exata posição de lótus ideal para se chegar ao estado zen. Toda em folhas de bambu, ela abre caminho para um casamento cheio de potencial entre design e fé. Via link.

 meditation_seat

Muito mais fácil meditar assim

meditation_seat2

Detalhes que fazem toda a diferença, física e espiritual 🙂

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: