Móvel pensado para quem mais precisa

Envelhecer é um processo inevitável, tanto quanto são as perdas que se acumulam pelo caminho. A vista que fica menos eficiente, as articulações,  mais frágeis e os movimentos, mais lentos. Mas é possível minimizar alguns prejuízos com ações preventivas ou ganhar uma ajudinha extra com peças pensadas especialmente para quem mais precisa.

Foi nisso que pensou a dupla de designers Francesca Lanzavecchia e Hunn Wai ao criar a coleção “No country for old men”. Trata-se de uma série de peças que facilitam o dia a dia dos idosos em tarefas comuns.

lanzavecchiawai_no_country_for_old_men_collection-1

Coloridos e espertos…Vamos a cada um deles…

Para enxergar melhor

O Monolight é uma luminária com uma tela de aumento para facilitar a leitura. A base em mármore tem recortes que permitem vários ângulos de posicionamento de acordo com o necessidade do grau de visão. 

mo

A série de luzinhas em LED garantem a claridade necessária

monoli-5

Incline o quanto quiser

lanzavecchiawai_no_country_for_old_men_monolight-3

E boa leitura! 😉

Vai com você

I-cane, U-cane e T-cane são três ajudantes em tarefas básicas e importantes. Todos têm rodízios que facilitam o deslocamento e uma alça que serve também como apoio. Sem contar o design simples, limpo e contemporâneo.

together-1

Trio de facilidades 

 

No I-cane, a alça tem formato de gancho e foi feito especialmente para aquele carregar a xícara para o chá da tarde.    

movel idosos

movel idoso

Servido?

O U-cane tem um círculo na ponta e a missão de carregar objetos como livros e revistas

 together-4

Sempre à mão, aonde for

Já o T- cane acomoda o tablet de quem ainda se mantém conectado com o mundo

together-5

Quem disse que eles não são modernos?

Levante e ande

O declínio do tônus muscular e da densidade óssea vem junto com o processo de envelhecimento e traz desequilíbrio, fraqueza e movimento deficiente. Por isso, a Assunta é tão genial. Ela possui mais uma “perna” , em formato de barra, que permite, com o peso do próprio corpo, que o idoso se levante com facilidade. O apoio do braço da cadeira garante a segurança e a estabilidade para evitar quedas.

assunta-1 

O revestimento é acolchoado e garante o conforto

assunta-7

O braço é ergonômico na medida certa para se segurar bem 

assunta

Pronto, basta se levantar e aproveitar muito a vida que se tem pela frente!

Via: Smartplanet

Escritório criativo, trabalho mais produtivo

Se não dá para aumentar o salário, nem trocar de chefe, pelo menos, que o ambiente de trabalho dá para se tornar mais criativo, inteligente e divertido. No Dia do Trabalho, aí vai uma seleção que, definitivamente, vai deixar os dias de pressão um pouco mais leves…

Marca e circula texto

Muito além do básico risco sobre as palavras, essa caneta esperta ainda dá a opção de sublinhar ou circular o texto. O segredo está na ponta que faz até piruetas com um opção em espiral. Não entendeu? A gente desenha:

beetle_3way beetle_point

A ponta oferece as três opções, basta inclinar a caneta.

kokuyo_pm-l301-5s_5

Mil e uma possibilidades numa peça só. Tinha que ser coisa de japonês 🙂

Desenho mais livre

Por falar em caneta, quem gosta e precisa desenhar à mão livre, mas esbarra nas limitações de movimento, ganhou mais liberdade com o Sketch Finger, do escritório André Cruz Design & Ideias. Trata-se de um acessório que se encaixa, de um lado, na caneta ou lápis, de outro no dedo. Assim, a mão fica mais livre e o desenho também. Via link.

sketch02-450x590

Detalhe que faz toda a diferença

Chega de perder caneta

Quem nunca jurou que tinha deixado a bendita bem ali em cima da mesa e quando viu, cadê? Sumiu! Pois é, até teorias conspiratórias alienígenas surgiram do constante sumiço delas. Mas o problema é nosso mesmo, que não temos lugar para guardar as canetas e a deixamos em qualquer canto. Pois bem, para resolver de vez o problema, o escritório Gustav Innovation criou a Slanda, uma caneta que desafia a gravidade e se equilibra sozinha sobre uma base que lembra um pião. A vantagem? Ela não rola pra lugar algum e se mantém sempre à mão. Via link.

slanda_pen_puxsi

Dá para ver como ela funciona aqui.

Tome nota

O post it foi uma criação quase que revolucionária para esse universo de escritório. E não é que ele pode ficar ainda melhor? Exemplo do Sticky Clock Notes que vem com um reloginho retrô para ajudar a marcar o horário do compromisso e o Light Switch, um post it em formato de espelho (de tomada) que serve não só para o escritório, como para a casa também.

 5561fe002469357a85eb44702d746a42

Hora marcada, anotada e colada

8b82cf81e092ede2928cb192df7174df

Cabe até a caneta em cima

Recado animal

Bianca, Robin, Lenny e Morris. Pode repassar esses nomes ao RH para a contratação urgente. É que, além de fofos, eles acumulam utilidades: na corcunda, levam os papeis de anotação que, preenchidos, vão ser fixados na boca. Podem ser encontrados aqui.

111MB312_360_1_7

A Bianca tem até os dentinhos para fixar melhor o papel.

MM243_c_360_6

O Morris carrega outros objetos, caso precise.

MB313_a_360_6

O Lenny está acostumado a todo tipo de esforço.

mb774p_360

E o Robin é todo trabalhado nos detalhes (esses chifres não são uma graça?).

Dois em um

Quando uma peça começa a agregar funções, a gente agradece. Caso desses quatro acima e desses três abaixo:

free_cutter

Cut n’ Snip é tesoura e estilete também.

66c60f773cd5d32c7ddda6b73858eac3

Scissortape tem suporte para o durex.

pinhook

E os Pinhooks além de prenderem o papel no quadro de avisos servem também para pendurar outros objetos 

Cinco em um

E quando a peça resume nela praticamente todas as necessidades básicas de uma mesa de escritório? É o que faz o multitarefas The Butt Station

butt-station-office-desk

As canetas e o bloco vão atrás, o lápis vai na boca, o durex é preso pelas mãos e pés, e os clipes…Bem…Os clipes vão ali atrás rs.

Tudo num lugar só 

Nessa linha de resumir num lugar só vários nichos, essa pequena mesinha multifunções é também uma ótima aposta. Isso porque ela é elevada, se encaixando entre o teclado e o monitor. Além disso, tem espaço para tudo, do copo ao celular. E até entrada USB tem. À venda na Amazon.

61uPbDi97IL._SL1500_

Nem o mais bagunceiro se perde aqui .

Módulo atraente

Para quem tem uma parede por perto, uma boa ideia é o Urbio™ Magnetic Modular System Components. Inspirado nos (e inicialmente feito para) jardins verticais, ele funciona em módulos com placas magnéticas que se adaptam à necessidade. Tem design orgânico, limpo e com espaço até para plantinhas.

UrbioOffice_1006027_x 

Até o fone encontrou seu lugar ❤

Como não resolveram isso antes?

É engraçado como alguns objetos, criados para uma tarefa específica, não conseguem resolvê-la de fato. E, pior, ficam décadas com o mesmo formato insuficiente. Você vai entender do que eu estou falando quando vir essa dupla abaixo.

transparent_punch3  

Só eu ficava doida tentando achar o lugar certo para usar o furador? Fala sério, minha gente, ele já devia ter nascido assim, transparente! (Via link)

staple 

O mesmo dá para dizer do grampeador. Só de pensar nos malabarismos que a gente fazia com aquele tradicional…. Aiai! (Via link)

Pegue o seu banquinho

Uma boa cadeira influencia diretamente na sua produtividade. Por isso, para encerrar o post, duas boas ideias para quem já abusou da coluna.

 6bb1feec1e7fe669823bb93293af7d4e

A Gaiam Balance Ball trabalha a postura enquanto você trabalha. Praticamente um pilates no horário de trabalho.

bcc4b1303a85900c83d3e73fbe18aba2 (1)

E a Daybed funciona especialmente para quem trabalha em casa. Afinal, é nesses casos que a gente deixa a desejar na postura (leia-se, se esparramar no sofá) 

Um belo ventilador para aliviar o calor

Deve ser porque em Vitória venta mais (daí o apelido Ventória vindo do pessoal de esportes marítimos) e também (acho) não faz esse calor todo. Fato é que esse bafo quente, que, tem dia, dura quase até a meia noite, só o Rio mesmo é capaz de proporcionar para você. Uma sensação que exige uma atualização da música de Fernanda Abreu. Afinal, já chegamos à sensação de 50 graus fácil, fácil. Pensando nisso, eis o post fresquinho, trabalhado no sopro aliviante e que dispensa o calor humano. Com vocês, senhores, os mais bacanudos ventiladores para dar novos ares não só para a sua casa como também aos velhos modelos tradicionais.

Linhas leves

Com pás transparentes e estrutura com motor aparente esse premiado ventilador da Plug traz, apesar do material em aço cromado, uma  leveza elegante e única.

ventillator_1

A aparência industrial é o diferencial

Charme sobre tripé

A base em tripé é só um dos charmes desse ventilador. A madeira, na base e nas pás, e a simplificação de toda a estrutura garantem o restante do pacote criado pelo designer da Costa Rica Marco Gallegos. Via link.

marcogallegos_fan1

Agregando valor à sala

Agente duplo

Autoria do estúdio francês Alban Le Henry, esse ventilador é versátil. Graças à sua grade, cujo design não pesa, funciona tanto na versão de piso quanto de teto, basta pendurá-lo pelo cabo.

14

Como você quiser 🙂

Curvas do vento

A mesma ideia flexível tem o japonês Aero Sphere Fan, com formato de colmeia. Compacto, ele pode funcionar tanto no suporte como solto. Via link. Vende aqui.

aero-sphere-o-ventilador-design-por-que-nao-pensei-nisso-design-inovacao-ventilador

Parecem microfones e bola de golfes também

aero-sphere-fan-4

O detalhe dos três níveis de velocidade

aero-sphere-fan-5

Soltinho, soltinho

Uma pá só

Depois da revolução do Spirit, de Guto Índio da Costa (falamos dele nesse post), que descartou uma pá dos ventiladores de então, por que não ir mais além né não? É o que propõe o Fanimation Enigma que só precisa de uma pá e um contrapeso para funcionar.

Fanimation_Enigma

Espécie de saci dos ventiladores

Ventania delicada 

Projeto da designer tcheca Simona Hruskova, o Fan Flow tem como essência a otimização de espaço. Em uso, as pás se armam e, no contrário, elas se recolhem.

Simona_Hruskova_01

Fazendo bonito na decoração

Ares retrôs

A cor e as formas orgânicas garantem o quê retrô desse ventilador de pé. A ideia é de autoria de Noa Habas, estudante da Bezalel Academy of Art and Design, em Jerusalém.

Fan_noa2

Todo trabalhado nas curvas

Círculo de vento

E, para encerrar, uma verdadeira revolução em se tratando de ventiladores. Desde que foi inventado por Schuyler Skaats Wheeler em 1882, o aparelho não ganhava tanta mudança assim como o Air Multiplier. Criado pelo britânico James Dyson, ele não tem hélices mas, por pressão negativa, induz o ar para frente, movimento que é otimizado pelo design circular do aparelho. Uma revolução não só na estética, mas no sistema também.

ventiladores-1-full

Tão aí o criador e suas criações

É o design expandindo a estante, o abajur e até a varanda

Sabe um ioiô? Pois é, aqui a ideia é parecida já que as criações funcionam com a mesma proposta: estender e retrair de acordo com a necessidade. Em tempos de espaços curtíssimos, um beijo para quem pensa na gente se acotovelando no mobiliário.

Algumas ideias são simples, outras nem tanto. Mas todas são um bom exemplo de como dá para ir além, nem que seja por meio de um braço, um encaixe ou qualquer sistema que facilite a nossa vida.

Camadas de função

A REK coffee table, do estúdio holandês Reinier de Jong, é um suspiro de felicidade para quem vê chegar a parentada e não tem aonde mais colocar bandeja, café, petiscos e tudo o mais que a gente faz para agradar, né não?

0rekctable02

Mil e uma possibilidades prum lado ou pro outro 😉

Vira mesa de jantar

Na mesma linha mesinha-de-centro-magia, a Tetra, da italiana Sculptures Jeux, também tem lá suas espertezas. Ela se abre em abas que podem até ser destacadas para se tornarem bandejas.

e558fc334641b0114cbc6d7503c09c08

E viradas ganham nova cor, veja aqui

Cabe em qualquer canto

É ótimo para a área de serviço mas vai bem também no closet ou até no banheiro. Daí a praticidade desse cabideiro que, quando não está sendo usado, é recolhido sem ocupar espaços indevidos. Via Pinterest

cabide esperto

Falta só aprender a passar camisa social rs

Luz encaixada

Quase a mesma ideia teve a recém-formada designer norueguesa Caroline Olsson, da Akershus University College. Seu projeto de graduação foi esse abajur pra lá de esperto que se retrai se abrigando numa caixinha que parece daquelas de giz de professor. 

abajour caixinha

Tem futuro ou não tem essa menina? 🙂

Mordomia pouca é bobagem

Sabe aquele café na cama dos sonhos? Taí nesse criado-mudo que só falta falar mesmo. Dá para usar para ler, usar o notebook, ou seja, é mordomia de verdade.

ebbf93a8345a00774ef1039a7858c729

Seja esperto e escolha o lado certo da cama, ok?

É só dobrar

Potes de plástico e até silicone, o novo xodó dos utensílios gourmet, existem aos montes, mas a Consul tomou a frente ao lançar esses que são retráteis. Ou seja, ocupam a metade do espaço na hora de guardar.

 Forma multiuso retrátil-Consul

Expandiu…

Forma multiuso retrátil_Consul_ 

Retraiu… Lembrou do ioiô?

Poucas paredes, poucas tomadas

É para resolver esse problema que a Pop-Out Outlet surgiu. Num clique ela quadruplica suas possibilidades transformando-se numa espécie de T. Confira aqui como ela funciona.  Via link.

tomada-embutida

Tem crianças em casa? Acabou de ganhar mais uma vantagem!

Labirinto expandido

Tudo muito simples até agora? Então se prepare para a fase dois desse post. E quem abre os trabalhos é a REK bookcase , do estúdio Reinier de Jong (o mesmo da primeira mesinha, lá em cima). Uma estante que se abre e fecha num perfeito movimento de encaixe e cresce de acordo com sua coleção. O zig zag do desenho é fenomenal e vai se adaptando ao tamanho dos livros e do espaço que se tem.

REK1.jpg.492x0_q85_crop-smart

Até fechada, ela é show

Quase o portal de Nárnia

Lembra daquele armário que dava para outro mundo no filme? Pois é, dá para lembrar dele vendo o  Walk-in Closet, do escritório holandês Hosun Ching. Mas o mundo em questão aqui é o do ganho de espaço. Acompanhe comigo…

Walk-in 1 

1 – A barra que serve como puxador também serve para pendurar alguma roupa no cabide

Walk-in 7

2 – Os espaços são beeem divididos entre gavetas, prateleiras e araras 

Walk-in 2

3 – Para facilitar, as portas se abrem com rodízios fofos de madeira e borda azul

Walk-in 3

4 – Tá certo que se você é mulher vai dar falta de mais cabideiro, mas lembre-se do formato aparente fechado: era pra ser só aquilo

Walk-in 4

5 – Reparou nos dois espelhos? Dá para se ver por trás 😉

Walk-in 5 

6 –  E os detalhes, como o espaço para joias, para convencer de vez!

Sim, até a varanda

Para encerrar em grande estilo, que tal ganhar simplesmente uma varanda a mais na casa? Como? De forma retrátil, claro. E, acredite, automática. Veja o vídeo. Via link

 fold-out-residential-deck

Precisa de um respiro? Compre uma varanda!

folding-exterior-deck-gadget

Olha ela se abrindo aí. Dá para acreditar?

Garimpo em L – MoMA

Trata-se de um dos maiores museus de Arte moderna do mundo e, no seu acervo, estão ícones do Design ao longo dos tempos. Ainda não conheço o MoMA, em Nova York, EUA (ainda!) mas é um sonho para todo designer ter uma peça lá, inclusive à venda. Aqui no Rio, na Livraria Cultura da Gávea, algumas estão à venda, mas nem é preciso sair de casa para conhecê-las. Basta uma voltinha na loja virtual do museu que é um verdadeira tentação. Prepare o coração (e o cartão) e resista se puder.

54267_B2_Pinocchio_Tape_Measure

Sabe o nariz do Pinocchio? Pois então, olha a ideia-pronta aí, minha gente! O Pinocchio Tape Measure custa US$ 6

65140_A2_Outline_Vase

Do vaso tradicional, sobrou só a borda no Outline Vase. Mas ainda dá para encaixar a flor ;). Por US$ 65 

80562_A2_Espresso_Set 

O premiado Espresso Set, da norte-americana Lexon, além de feito de bambu é ainda mais esperto já que tem pires que se encaixa à bandeja e fendas para as colherzinhas. À venda por US$ 70

87108_C2_Tuck_Box

Tá vendo essa caixinha comum? Ela é bem mais do que se imagina…

87108_A2_Tuck_Box

Ela se abre em três compartimentos para você carregar para onde for. Fabricado pela Umbra, ela custa US$ 35 

 91817_A2_Shaker_S_And_P_Switch

De tão juntos, eles viraram um: saleiro e pimenteiro na mesma peça. Basta apertar o “interruptor” para escolher o tempero. À venda por US$ 14

95117_A2_Umbrella_Goggles_Yellow

Chuva, a calçada cheia e um esbarra-esbarra sem fim…

95117_B2_Umbrella_Goggles_Yellow 

… Mas seus problemas acabaram com esse guarda-chuva que vem com uma fresta transparente. O toque de graça é o formato de óculos de mergulho e a cor pra lá de vibrante. Preço: US$ 28  

96671_A2_Table_Componibili

O Componibili é um módulo retrô que vai bem do quarto do filho ao escritório. As portas de correr têm buracos como puxadores. Da designer Anna Castelli Ferrieri para a Kartell e à venda por US$ 135 (promocional)

99393_A2_Desk_Egg

Mais uma ideia-pronta e tão simples quanto genial: o Desk Egg atrai magneticamente os clipes formando um ninho fofo. Preço: US$ 16  

99397_A2_Cozy_Remote_Tidy_Black

Sabe aqueles organizadores que fazem milagre na sala? Esse aí abriga de um tudo para ninguém mais perder nada. À venda por US$ 20

102019_A2_Speaker_Interaction_for_Smartphones

Não precisa nem conectar esse amplificador para ouvir muito melhor seu celular. Basta encaixar seu smartphone. De qualquer forma, vem com USB também. Custa US$ 38

Quer ver mais? Clica aqui e divirta-se!

O melhor é quando vamos pra baleia

Acho que foi depois de Abrolhos que elas não saíram mais da minha cabeça. Aqueles seres de toneladas bailando como se fossem pequenos peixinhos parecem desafiar todas as leis da física e da lógica. Sim, porque imaginar um ser a la Moby Dick como fofo não tem muito sentido não (é verdade que Free Willy contribuiu muito para essa boa fama). Seja como for, as baleias são fofinhas, as baleias são legais. E nem falo da praia em que Nissim passa férias (lembra do meme? Ele inspirou o título do blog) mas das possibilidades que elas podem ganhar quando se fala, claro, de design. Foi depois que bati o olho na  Wale Cool Fool (que você vê logo abaixo) é que percebi o quanto o shape das baleias é um prato cheio para designers. Daí, quando avancei na pesquisa, simplesmente PIREI com os produtos que encontram nela inspiração. Quer pirar comigo? Então se segura aí, meu caro…

Que cauda é essa, minha gente?

A Scarce Chair Wale Cool Fool do designer espanhol Máximo Riera é uma imponência só. Com uma cauda quase do tamanho real, a cadeira parece ter ganhado forma naturalmente. Se bem que toda a coleção (que tem outros animais incríveis, confira aqui) exigiu o esforço de 30 profissionais de cinco países. O resultado é nada menos que isso…

 ???????????????????????????????????????????????????????????É ou não é gigantesca?

??????????????????????????????????????????????????????????E o caudão? o.O

Versão compacta

Ok, se a sua preferência é por algo um pouco mais reduzido, há opções mini. Como a caixa para guardar pequenos itens do designer norte-americano Karl Zahn. Além de graciosa, ela é articulada.  À venda aqui.

AW_WHALE_BOX

Bocão fechado

AW_WHALE_BOX_OPEN

Bocão aberto 😉

Ou então, as porta-lápis e outros itens da empresa norte-americana Utility Collective, dos designers Eric Pfeiffer e Steve Piccus. Aqui, não falta tarefa para as pequenas.

pw_3794 Na cabeça vão os lápis, na boca, o telefone, e na calda, ufa, o caderninho

E por falar em escritório, que tal um grampeador baleístico? O Victorian Whale Stapler tomou emprestado todo o shape do animal para cumprir sua função estética também. 

62eddc1e952ec271e8327e2529dede5b Vai um grampo aí? À venda aqui

Baleia decor

Do fundo do mar, os gigantescos animais dão de lavada na decoração também. E fica difícil resistir a peças como esse vasinho incrível Thabto que simula um mergulho.

4cae4c4375fb17169e316377d45ec545 

É só colocar a flor e suspirar

A estante também vai ficar mais bonita e organizada com essa outra baleia “dividida”, também Victorian. Da pra comprar aqui. (Via Bem Legaus)

Baleia-aparadora-bem-legaus-1

Cabeça de um lado, cauda pro outro.  Parece até axé rs  

Sirva-se dela

Na cozinha, há peças ainda mais incríveis. E em formatos dos caricatos aos mais sutis. Como as do designer britânico Jasper Morrison. Criação dele para a marca japonesa Oigen, o set de peças em ferro fundido busca inspiração na água que a baleia ejeta quando vai à superfície.

dezeen_palma_jasper_morrison_oigen_4_sq 

O detalhe da chaleira faz toda a diferença

dezeen_palma_jasper_morrison_oigen_5_sq

Assim como o da petisqueira

A jarrinha do designer Jonathan Adler também é uma fofura em formato de baleia. Assim como a mantegueira. Ambas brincam com o desenho da cauda dando a elas a função de alça.

33b9e6774fdb43cfe067a33d3a5b201fDe pé e toda trabalhada no alto-relevo

whale-butter-dish  

Para usar, é só puxar a cauda

Esse açucareiro da Urban Outfitters também usa da mesma ideia com uma esperteza a mais: traz dentro dois copinhos com medidas para facilitar a vida de quem vai preparar quitutes. (Via Link)

zrtn_007n7f4a4d52_tn 

A aguinha faz as vezes de alça da tampa e a cauda, a da base do açucareiro

cute_whale_measuring_cup_set_4 

Destampe e, ops, olha uma surpresa aí

cute_whale_measuring_cup_set_5  

ops de novo, são duas! 🙂

Já a Fred & Friends traz o cetáceo para a mesa de festas. Aqui, ao invés de água, são os palitinhos que se jogam para cima à espera dos convidados.

mobypick_lr1

Pega eu, pega eu!

E, por fim, essa tábua não menos suspirante do designer Tom Roche com direito a boca e até olhinhos recortados ❤ ❤

d4f6554370cb3122f7e3e552a2cdeb9a

Diz se ela não é irresistível?

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.