Se você vai de bike, vá com estilo

As magrelas estão com tudo. Afinal, num trânsito de cidade grande, as bicicletas são a melhor rota de fuga mesmo. E as cidades, até que enfim, começaram a se preparar para os ciclistas, pressionados também por canais virtuais sobre o assunto. Em São Paulo, o site da Campanha Vou de Bike foi criado para estimular o uso desse meio e sensibilizar o poder público para melhorar a estrutura das ciclovias. No Rio, o Globo criou um espaço bacana, o Vou de Bicicleta para os ciclistas conferirem notícias sobre o assunto e mapas das ciclovias da cidade maravilhosa. E dá até para calcular as calorias perdidas se você trocar quatro por duas rodas no Eu Vou de Bike.

Bom, para quem já está convencido e já é adepto, o próximo passo é se encantar com os inúmeros acessórios que deixam a pedalada muito mais funcional e, por que não, mais charmosa. Garanto que será um motivo a mais para quem já está cansado das horas perdidas no engarrafamento.

Carga pesada

Para quem tem muita coisa para carregar, a ideia da designer Areum Jeong se encaixa bem. O emaranhado de elásticos que abraça o quadro da bike são feitos para deixar tudo mais seguro durante o movimento e adaptável para qualquer tipo de objetos.   

reel-elastic-bike-storage-system-designboom01

Até a baguete encontrou seu lugar

Ao trabalho

Quem precisa de uma proteção a mais, em caso de chuva, por exemplo, pode apostar numa bolsa fechada como a Tandem Pannier Bag. Ela se encaixa direitinho no banco de trás e ainda é removível. À venda aqui.

 timbuk2-tandem-pannier-bike-bag

Com fivelas e material à prova d’água, ela carrega até notebook

119-4-2150_closed

Depois, é só pegar pela alça e seguir para o compromisso

Agora, se o o objetivo é carregar itens menores, como o celular por exemplo, essa resolve o problema com discrição e eficiência.

bolsa-para-bicicletabolsa-para-celular-plug-fone-incluso_MLB-O-5028386278_092013

Ela vem com plug para fone incluso e é resistente à água 

bolsa-para-bicicletabolsa-para-celular-plug-fone-incluso_MLB-O-5028424907_092013 

E se encaixa direitinho ao selim deixando a frente transparente para você ver quando chamar e manusear se quiser. À venda aqui

Luz no fim da rua

Há um infinidade de luzes para bikes, mas essa, além de ser super discreta é fácil de colocar e adaptável à sua necessidade. Com ímã, a Lucetta serve tanto como farol quanto como lanterna. Basta selecionar um feixe de luz constante ou piscando lento ou mais rapidamente. Criação do italiano Emanuele Pizzolorusso, ela suporta todo tipo de trepidação. Depois, é só destacá-las e carregá-las no bolso. Via link

Farol-Bicicleta

Pequeninas, elas têm duração de até 40h e vem com baterias incluídas

Lanterna-traseira-Bike

Depois de destacá-las, é só grudá-las ao selim

Lanterna-Bicicleta

Escolha a luz, constante ou intermitente

Lucetta-Bike

Depois é só grudá-las novamente para guardar

Bêbado equilibrista

Atenção, não é para achar que vai de bike que pode beber todas, ok? Mas se você ficou de leva o vinho, dá para fazê-lo também de bike. Graças ao Flying Pigeon, essa tarefa é possível. Sem sustos.

c0f6d6bfd4ca3e92c3a81cfd1cbca02c

Faltou só a solução para as taças 

Se, no entanto, a sua bebida é outra, como a cerveja, também há solução. E ela se chama Donkey!

heromockup_3_11

Pelo menos a dúzia está garantida 🙂

Tem solução até para aquela latonha de refrigerante que você não precisa mais dispensar enquanto pedala

090aae632f44e22b6e50814c31f517ad

Porque é preciso se hidratar no caminho rs. Via link

Longas distâncias

Se você não quiser desgrudar da bike nem nos passeios para o litoral, por exemplo, que tal investir num suporte para carregá-las no carro? Com o TiltAWAY, dá para carregar quatro, ou seja, da família toda.

87aea86981f38b42c887b95611e3a4b0

Nem precisa ter um trabalhão para removê-las do alto

Eles também merecem

Até para os bichos, um bom passeio ou uma ida ao veterinário pode ser sobre duas rodas.

43a83349acbe3006821f351d7a6623ed

Tem para cão… (compre aqui)

4da3702e2eee2947d230cc0a257658c2

E para gato também! (via link)

Cabe em qualquer lugar

E, se depois do passeio, o apê é pequeno para guardar a magrela, tem solução também. Esse suporte faz a bicicleta subir pelas paredes com um sistema de elevação por meio de roldanas. À venda na Bemfixa.

5.0.2

Para o alto e avante! Suporta até 20k

E a marca ainda tem a opção simplificada com um gancho que prende a bike verticalmente.

SUPORTE BIKE VERTICAL_Bike montada_alta

Sem desculpas agora ok?

Moras Mais por Menos RJ – um leque de boas ideias

Uma boa mostra de decoração sempre atrai minha atenção. Fora um ou outro ambiente com uma pegada de showroom, o espaço é, por essência, de experimentação. E, claro, a criatividade vem a reboque. Na Morar Mais por Menos, mostra nacional de decoração, ainda há a questão da sustentabilidade que faz qualquer um que está começando a arrumar a casa encher os olhos. Isso porque muita ideia é possível até de ser adaptada.

Não consegui visitar a edição capixaba da mostra, mas a do Rio, que abriu suas portas no última dia 27, sim. A mostra é grande, são 83 ambientes. E valem o passeio. Depois de rodar por lá, separei algumas boas ideias de design que vi.

Inspiração gourmet

Vai um pedaço de gelatina? A forma da sobremesa virou banquinho fofo.

2013-10-02 13.44.33(Paisagismo das Boas vindas, de Rayra Lira Araújo e Enir Araújo)

Cadê meu rolo de macarrão? Foi parar debaixo da mesa, para sustentá-la.

2013-10-02 13.52.50

Estudio da Chef de Cozinha – Casa & Gourmet Shopping

Vou de bike

Sabe aquela bicicleta que não funciona mais? Que tal reciclá-la?

2013-10-02 13.45.27

Jardim Varanda da Lagoa, de Ricardo Portilho

2013-10-02 14.56.22

Suíte do Artista, de Guilherme Bezerra

2013-10-02 14.36.13 (1)

Estúdio do Rapaz, de Danielle Boggiss e Márcia Magalhães

Cabelo, cabeleira, cabeluda, descabelada

Já tinha visto o banco Dread lá na Abup, feira de design e decor. E olha com quem dou de cara de novo…

2013-10-02 14.07.34

Apartamento do Geólogo, de Kelly Almeida

Ele, aliás, e a versão chapinha dele…

2013-10-02 14.19.47

Sala de Jantar, de Nilton Montarroyos

Parede criativa

Adoro azulejos portugueses e, veja só, esses aí são feitos em ímã que se colam à parede oxidada. Simples assim.

2013-10-02 13.49.20

Varanda Mediterrânea, de Eduardo Almeida

Na linha dos revestimentos, que tal canudos de revista? O resultado é um show de cores!

2013-10-02 13.58.11

Espaço de Leitura e Entretenimento – Isto É, de Laura Faria

Outra ideia simples: canos pintados de amarelo que formam um estante. Não ficou show?

2013-10-02 14.54.00 (1)

Estar do Design – Tok&Stok, de Patrícia Cuimar

As bolas de sinuca como ganchos não são novidades, mas continuam sendo um ótima ideia. Essas aí são maiores que as normais, mas dá para desfalcar a mesa por um bom motivo (ok, não deixe o dono dela saber rs).

2013-10-02 14.46.26

Estúdio do Casal Moderno, de Carolina Barbieri e Marcelle Vieira

Ripas de madeira com uma mão falhada de tinta, pregadores e fotos queridas – eis uma ideia fácil e bacana.

2013-10-02 14.01.49

Canto da Leitura, de Kátia Jendiroba

Que Papelão!

Criações da 100’t, as peças de papelão têm ganhado cada vez mais espaço, como as que decoraram o Estúdio do Casal do Moderno, de Carolina Barbieri e Marcelle Vieira.

2013-10-02 14.47.57

A cadeira

2013-10-02 14.48.44

Os cabides

2013-10-02 14.50.07 (1)

E a base da mesinha

Túnel do tempo

Vai um som aí, dj? E no velho bolachão? Ele virou prato e o jogo americano faz as vezes de vitrola.

2013-10-02 14.51.23 (1)

Apartamento “A Arte da Dança”, de Estela Pinheiro

Esse telefone retrô foi o ícone-queridinho dos ambientes. Estava em uns três, no mínimo. E não à toa. Ele funciona mesmo, garantem os expositores. Alem disso, é cofre – os buraquinhos acima são para colocar as diferentes moedas. Um charme!

2013-10-02 14.18.06

Jantar Gourmet, de Marcos Molinari

Lixo é luxo

Disquetes, placas, circuitos e tudo o mais que o descarte de equipamentos pode oferecer. Aqui, virou revestimento da base da mesa.

2013-10-02 14.05.55 Apartamento do Geólogo, de Kelly Almeida

O efeito dessa cascata dourada é bem bacana e é só quando se chega perto que se vê o material: lacres de latinha pintados.

2013-10-02 14.32.50Apartamento do Jovem Casal, de Cyntia Sabat

No caso das cúpulas dessas luminárias, nem chegando perto, já que elas são feitas de carcaça de carburador de carro.

2013-10-02 14.49.04

Estúdio do Casal do Moderno, de Carolina Barbieri e Marcelle Vieira

E o material dessa luminária aqui, você chutaria? Acertou quem apostou em garrafas pet.

2013-10-02 14.51.48 

Apartamento ” A Arte da Dança”, de Estela Pinheiro

Agora está mais fácil de acertar não? Pois é, meu amigo, são lixeiras, mesmo. Mas, de perto, nem dá para dizer…

2013-10-02 15.15.17Loja Natural Design, de Cristina Japiassú

Até o pescoço

A sustentabilidade está, inclusive, nos acessórios também. A Zóia é uma marca de peças que aposta, em grande parte, nos materiais reaproveitados, como esses que estavam em exposição na mostra:  

tetrapack

Colar feito de embalagem Tetra Pak

mangueirinha

Outro de mangueirinhas iguais aquelas de jardim, só que mais finas

nespresso

E confeccionados com cápsulas de Nespresso

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.