Um belo ventilador para aliviar o calor

Deve ser porque em Vitória venta mais (daí o apelido Ventória vindo do pessoal de esportes marítimos) e também (acho) não faz esse calor todo. Fato é que esse bafo quente, que, tem dia, dura quase até a meia noite, só o Rio mesmo é capaz de proporcionar para você. Uma sensação que exige uma atualização da música de Fernanda Abreu. Afinal, já chegamos à sensação de 50 graus fácil, fácil. Pensando nisso, eis o post fresquinho, trabalhado no sopro aliviante e que dispensa o calor humano. Com vocês, senhores, os mais bacanudos ventiladores para dar novos ares não só para a sua casa como também aos velhos modelos tradicionais.

Linhas leves

Com pás transparentes e estrutura com motor aparente esse premiado ventilador da Plug traz, apesar do material em aço cromado, uma  leveza elegante e única.

ventillator_1

A aparência industrial é o diferencial

Charme sobre tripé

A base em tripé é só um dos charmes desse ventilador. A madeira, na base e nas pás, e a simplificação de toda a estrutura garantem o restante do pacote criado pelo designer da Costa Rica Marco Gallegos. Via link.

marcogallegos_fan1

Agregando valor à sala

Agente duplo

Autoria do estúdio francês Alban Le Henry, esse ventilador é versátil. Graças à sua grade, cujo design não pesa, funciona tanto na versão de piso quanto de teto, basta pendurá-lo pelo cabo.

14

Como você quiser 🙂

Curvas do vento

A mesma ideia flexível tem o japonês Aero Sphere Fan, com formato de colmeia. Compacto, ele pode funcionar tanto no suporte como solto. Via link. Vende aqui.

aero-sphere-o-ventilador-design-por-que-nao-pensei-nisso-design-inovacao-ventilador

Parecem microfones e bola de golfes também

aero-sphere-fan-4

O detalhe dos três níveis de velocidade

aero-sphere-fan-5

Soltinho, soltinho

Uma pá só

Depois da revolução do Spirit, de Guto Índio da Costa (falamos dele nesse post), que descartou uma pá dos ventiladores de então, por que não ir mais além né não? É o que propõe o Fanimation Enigma que só precisa de uma pá e um contrapeso para funcionar.

Fanimation_Enigma

Espécie de saci dos ventiladores

Ventania delicada 

Projeto da designer tcheca Simona Hruskova, o Fan Flow tem como essência a otimização de espaço. Em uso, as pás se armam e, no contrário, elas se recolhem.

Simona_Hruskova_01

Fazendo bonito na decoração

Ares retrôs

A cor e as formas orgânicas garantem o quê retrô desse ventilador de pé. A ideia é de autoria de Noa Habas, estudante da Bezalel Academy of Art and Design, em Jerusalém.

Fan_noa2

Todo trabalhado nas curvas

Círculo de vento

E, para encerrar, uma verdadeira revolução em se tratando de ventiladores. Desde que foi inventado por Schuyler Skaats Wheeler em 1882, o aparelho não ganhava tanta mudança assim como o Air Multiplier. Criado pelo britânico James Dyson, ele não tem hélices mas, por pressão negativa, induz o ar para frente, movimento que é otimizado pelo design circular do aparelho. Uma revolução não só na estética, mas no sistema também.

ventiladores-1-full

Tão aí o criador e suas criações

Tecnologia a favor de nossas pequenas “necessidades”

Criatividade e tecnologia sempre formaram uma parceria imbatível. E, quando elas trabalham a favor de nossas pequenas “necessidades”, uau, elas ganham espaços profundos no coração. Confira aqui alguns gadgets que, provavelmente, partiram de alguma mente brilhantemente maluca por aí, mas que, agora prontas, fazem da nossa vida bem mais interessante e divertida.

É impressão minha

Tá vendo essa carinha feliz? Ela anuncia novos tempos. Trata-se de uma mini-impressora –  Little Printer – do estúdio londrino Berg. Sem tinta e sem fios, funciona por impressão térmica (como as máquinas de cartão de crédito) e através de um aplicativo para smartphone. Imprime textos e gráficos de redes sociais e outros sites. Veja mais nesse video. Via link.

estudio-design-britanico-cria-impressora-portatil-smartphones-tablets-664

Sorria, seus dados estão sendo impressos

007 ia amar

Depois da caneta, é a vez do anel espião. Para captar momentos importantes, com discrição, a CAMER-ing não poderia ser mais ergonômica. Encaixa-se sem problemas em qualquer dedo e ainda pode ser acionada facilmente pelo botão de fácil alcance. No pacote, um tablet que recebe a imagem gravada. Via link.

0d74d2f7ac5b8984e0ae5f4cf4b51755

camer_ing

Ela só não vem com manual de bom senso, isso depende de você, ok?

Cada mergulho é um flash

Com a Underabove, esse bordão ganha sentido literal. É que a câmera fotografa não só o que está acima, mas também o que está abaixo da água. Ao mesmo tempo, aliás. Graças ao peso mais leve que a água e a uma compensação interna de ar e água, ela boia com equilíbrio e tem timer para você se esbaldar fora ou dentro d’água. Via link.

underabove3

Eternizando as caretas submersas

Dedos de distância

Eis a evolução digital da trena. Em pequenas e longas distâncias, o Smart Finger faz a medição do espaço em diferentes unidades, além de gravar e armazenar as informações e também calcular o volume dele. É só apertar um botão. Via link.

smart_finger 2

Basta encaixar a peça nos dedos

smart_finger 5

Serve para distâncias maiores também

smart_finger 6

Depois, para facilitar, as peças se encaixam para guardar

Compositor do momento

Sabe aquela melodia que vem do nada na cabeça e que você bem queria que se tornasse uma composição de verdade? Agora, ela não se perde mais. Como? Basta usar o Compose. Criação dos japoneses Ouyang Xi, He Binbin, Zeng Li & Li Bo, o aparelho parece mágico. Basta entoar a melodia na caneta-microfone, encaixá-la no local apropriado e, tchanan, eis a partitura do novo hit de sucesso do momento 😉

para compor musicas 2

Passo 1: solte o gogó

para compor musicas 3

Passo dois, encaixe a caneta no buraquinho

para compor musicas 4

Passo 3: mágica, o Compose faz o resto

comepose2

A solução para os músicos frustrados

Capturando cores

E o show não acaba por aqui. Ainda tem essa caneta igualmente fantástica, a Color Picker. Ela captura a cor de qualquer objeto – uma maçã ou uma folha -, digitaliza (por meio de um sensor RGB) e aplica a cor em questão para que a pessoa a utilize na caneta. Não é o máximo? Via link.

color-picker1

O vermelho da paixão na sua folha de desenho

color-picker2

Ou então, o verde da natureza

color-picker3

Daí, é só liberar o artista interior

colorpen3

Eis a explicação de cada parte dela 🙂

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.