Um bando de encostados

“Tomara que o mundo acabe em barranco, para eu morrer encostado”. Não é assim que diz o ditado preferido dos preguiçosos? Pois bem que ele se encaixaria direitinho à turma abaixo. Criados para se manterem, literalmente, encostados na parede, esses móveis dispensam parte de sua estrutura e brincam com a sensação de equilíbrio. Afinal, qual o problema de aproveitar desse apoio, né?

Leque de gavetas

Olha que graça o Pivot, um gaveteiro esperto que economiza estrutura, espaço, mas não espaço nas gavetas que se abrem em leque para armazenar pequenos objetos do dia a dia. Ideal para ficar logo na entrada de casa guardando chave e outras peças que você não pode esquecer.

image_thumb24

Num movimento, todas as gavetas se abrem

Onde couber

Sabe o que muito bacana dessas peças? É que, além de não ocuparem muito espaço, você pode carregá-las com facilidade para outro lugar se preciso. Um trunfo e tanto para apartamentos pequenos que agradecem a boas ideias como a desse cabideiro.  E assim, você pode se dar ao luxo de ter um móvel que tomaria um espaço precioso, especialmente na entrada de casa. Via link.

018783,63541

Os pés de silicone impedem que a peça escorregue 😉

Meu escritório é na parede

A Walloffice tem tudo que você precisa para se dedicar ao estudo ou trabalho. A estrutura traz um formato que nos faz aproveitar todos os espaços: além da bancada principal, a parte superior também pode apoiar pequenos objetos. A parte de dentro da curva acima ainda acomoda uma luminária e toda a peça, garante o criador, é feita de laminado que resiste a altas pressões. Só não dá para perder a concentração pensando que alguém pode esbarrar nela e derrubar tudo :$

small-space-desk

Mentaliza: não vai cair, não vai cair…

Aparador aparado

Uma mesa cortada ao meio e, voilá, eis um novo aparador para a casa. A sensação é que falta algo ali, mas esse é justamente o charme da peça que se encosta na praticidade para cumprir o seu papel. Via link.

 53446011697ab0133a00e7d0._w.540_s.fit_

A metade que faltava

Simples criado

Um cubo, uma moldura que se prolonga em duas pernas de madeira e faz-se um criado-mudo. A peça de nome Leaning Man, do designer Frank Flavell, é de uma leveza inspiradora, mas oferece a sustentação necessária para apoiar seus objetos. Com a ajudinha da parede, claro.

etagere-design-mdf

Simples assim ❤

Subindo pelas paredes

Juliette é o nome dessa escada-estante colorida e versátil. Dá para colocá-la em todas os cômodos, do jeito que você prefere e precisa.

Jean-Marc_Gady_Product_Interior_Design_Scenography_Designer_Paris_BLOG_JULIETTE

Degraus de design

Novos tempos

A inspiração vem do antigo relógio de pêndulo – daí o nome The Grandson Clock. Mas, ao invés de toda aquela estrutura para suportar o sistema de pesos e manivela, a criação do australiano Rowen Wagner, é bem mais simplificada. O pêndulo continua lá e brinca com o equilíbrio da peça na parede, porém, tudo mais é leve e elegante. Via link.

relogio de parede encostado parede

 Tal avô, tal neto

 

Anúncios

Isso tudo é Design, sim senhor

Palito de fósforo, televisão, garrafa térmica, tomada, maçaneta, pacote de biscoito, lâmpada e até a espiral do caderno. Só para citar alguns objetos que eu estou vendo bem aqui na frente, tudo leva em si um pensamento de Design. O problema é que nem sempre a gente tem essa noção. Para deixar tudo claro e abrir os olhos de quem ainda não se ligou no quanto ele está inserido no nosso dia a dia, um grupo de designers mineiros criou uma espécie de campanha chamada Isso também é Design. A proposta é, por meio de adesivos de diferentes cores deixar claro onde está o Design. O amarelo é para o gráfico; o azul, para produto; e o magenta, para o de ambientes. O projeto é encampado pelo Curso de Design de Produto da UVV, em Vila Velha, ES, onde eu me formei (e que, aliás, está com inscrições abertas para o vestibular ;)). Por lá e no site, é preciso ter acesso aos adesivos para participar também. Certamente você não vai mais olhar ao redor sem perceber o quanto o Design está próximo! 

Morar Mais por Menos RJ – e assim fez-se a luz

Entre as várias ideias da mostra Morar Mais por Menos – edição RJ, as do setor de iluminação foram as que certamente roubaram a cena. Luminárias de todos os tipos são as protagonistas de muitos ambientes. Sem dúvida, um campo farto para designers.

Confira a seleção!

As luxuosas

  2013-10-02 14.34.05   2013-10-02 14.43.40

Apartamento do Jovem Casal, de Cynthia Sabat / Meu Primeiro Apartamento, de Ana Lúcia Martins e Denis de Freitas

As geométricas

2013-10-02 14.15.40  2013-10-02 14.59.02

Suíte do Casal, de Glória Copello, Paula Motta e Paula Tolini / Apartamento da Família, de Ana Lúcia Danello e Vania Lúcia Guerreiro

As femininas

2013-10-02 14.36.56   2013-10-02 15.09.41

Quarto da Moça, de Binca e Regina Prior / Suíte da Designer, de Raquel Salgado

Simples ou sustentáveis?

2013-10-02 15.00.22    pregadores

Sala Bar, de Marcella Barcellar e Renata Lemos / Estúdio do Rapaz, de Danielle Boggiss e Marcia Magalhães

As lúdicas

2013-10-02 14.30.09  2013-10-02 14.26.11

Quarto do Bebê Descolado, de Bertha Callau, João Gilberto Braga e Sergio Fontes / Quarto do Pequeno Explorador, de Andrea Graça e Maria Clara Costanza

As divertidinhas

2013-10-02 14.24.05   2013-10-02 13.54.35

Quarto da Menina, de Mayumi Yamagata / Estúdio da Chef de Cozinha – Casa&Gourmet Shopping, de Viviane Visentin e Viviane Pontes

As trabalhadas nas cordas e arames

2013-10-02 14.00.35   2013-10-02 14.24.24

Sala de Jantar, de Nilton Montarroyos / Quarto da Menina, de Mayumi Yamagata

As gradeadas

2013-10-02 13.59.18  2013-10-02 13.55.04

Consul Bem Pensado / Estúdio da Chef de Cozinha – Casa&Gourmet Shopping, de Viviane Visentin e Viviane Pontes

Urbana ou natural?

2013-10-02 14.38.34   2013-10-02 14.21.54

Escritório de Artes e Eventos, de Vivi Nascimento / Brinquedoteca, de Fernanda Pizarro e Isabela Azambuja

Qual é a sua preferida? Conte aí! 😉

Por que não pensaram nisso antes?

Sabe aquela ideia simples que faz toda a diferença? Aquele detalhe que muda tudo? Pois é, no design, nem sempre é preciso inventar a roda para se ter uma solução genial. Às vezes é uma pequena adaptação que faz isso. E aí, a gente fica com cara de tacho achando que até a gente podia ter tido a ideia. É, meu amigo, parece fácil, mas se fosse, já teriam feito né? Seguem aqui alguns exemplos que a gente para e se pergunta: como ninguém pensou nisso antes?

Bolhas no copo

PRODUCT_FEATURES_01Esse copo parece normal? E é, mas alguns detalhes fazem dele bem mais esperto. As bolhas em relevo que são mais que um efeito decorativo.

PRODUCT_FEATURES_04

Elas solucionam alguns probleminhas já que na hora de empilhar os copos elas fazem com que eles fiquem separados. Daí, nada de quebrar mais copo de requeijão colado um no outro mais. Além do que, a separação cria uma bolsa de ar que faz com eles sequem mais rápido. O copo Totem é ideia  do coreano Jeong Seung Jun e está a venda Quirky por $3.99 (foto: Quirky)

Talheres elevados

A Joseph Joseph é uma das minhas preferidas em se tratando de design para utensílio de cozinha. Os materiais, desenhos e detalhes das peças são muito bacanas. Como esses talheres da linha Elevate que têm um ressalto para que a parte em contato com o alimento não encoste no chão. (foto: Joseph Joseph)

JOSEPH 280X280Sugador de gema

Já fez um bolo na vida? Se fez, sabe que a técnica (ninja, quase) de separar gema da clara é uma habilidade para poucos. Há alguns instrumentos no mercado, mas esse aqui é mais efeiciente e divertido. Trata-se do Pluck, criação do designer Mark Fusco também para a Quirky por $12,99.  Basta despejar o ovo inteiro na tigela, aproximar a parte transparente da gema, apertar a parte arredonda atrás para tirar o ar e, pluf, a gema vem bonita para ser dispensada, separadamente, onde você precisar.

PLUCK_SHOP_02Apertou, sugou…

PLUCK_SHOP_03…E, pronto, tá lá a bichinha capturada

PLUCK_SHOP_4

Depois é só lavar que tá novo.

Spray de limão

Quando criança, a gente morria de medo de espremer limão e depois ficar com mancha de sol na pele. O drama seria bem menor com esse spray que se encaixa na fruta e resolve o problema. À venda na (querida do post, você percebeu) Quirky por $4,99. Ah sim, o criador do spray-sucesso é o Tim Houle.

PRODUCT_FEATURES_2

A ponta verde finca no limão

  PRODUCT_FEATURES_1

E a branca faz o restante do trabalho

Design é bom e eu gosto

Certa vez, em uma aula de Design de Produto, um professor, daqueles bem mestres, chamou todo mundo para a real:  “A gente vive sem Design. Sem Medicina, não. Mas, sem Design, a gente vive”, disse taxativo. Fiquei matutando um tanto pasma com a constatação e, de supetão, respondi. “É verdade, mas será que basta sobreviver? A gente vive sem Design, mas vive melhor com ele”. Foi um insight. Espontâneo e sincero, como todos são. “A gente vive melhor com Design, mesmo”, a frase ainda ecoa dentro de mim. E não digo aquele assinado que custa os olhos da cara. Mas o que está por trás dos clipes de papel e do fecho éclair. Aquele que encanta e inspira. Aquele que a gente suspira aliviado por saber que há muito mais possibilidades…

São elas que me fizeram chegar até aqui. Sou uma designer um tanto frustrada porque a jornalista não lhe deu muito espaço. Mas, que boba, eu poderia ter juntado ambas, como agora faço.  Então, eis o meu canto para admirar as formas, aprender com quem faz e dar meus pitacos. Afinal, o desenho está, aqui em mim, em L, mas pode estar em M, N, O… E aonde mais a gente conseguir enxergá-lo.

Seja bem-vindo, a casa é nossa.

12283465_gsk9t

Doodle de 2012 em comemoração ao aniversário do sueco Gideon Sundback, inventor do fecho éclair, celebrado no dia 24 de abril – coincidentemente a data de início desse blog

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.